Aikido Brasil > História do Aikido > Parte 2 > Parte 3


Blog Aikido Brasil


História do Aikido - Parte 3

Ao retornar dessa aventura, Morihei Ueshiba passa a morar em Ayabe, sede central da Omoto. Encorajado por Deguchi, isola-se do mundo e dedica-se à meditação e ao estudo da essência do Budo.


Os oito anos passados nas montanhas de Ayabe foram decisivos para o desenvolvimento espiritual de Ueshiba: estuda filosofia Xintoísta (origem da Omoto) e domina o conceito de Koto-Tama (algo similar aos mantras).


É durante esse período de meditação e reflexão que lhe começam a surgir perguntas tais como:


"De que serve vencer aos outros, seja com uma tÈcnica ou outra ?"


"Se hoje ganhei, amanhã ou mais tarde perderei. O vencedor de hoje é o perdedor de amanhã."


"O campeão forte de hoje, amanhã se defrontará com um adversário mais jovem e perderá."


"Isto significa, então, que a vitória é algo relativo! Será que existe a vitória absoluta? Que importância tem para cada um?"


Isolado nas montanhas, longe do mundo cotidiano, vivendo como um eremita, praticava sozinho com o bokken (espada de madeira), desferindo golpes no ar e ao mesmo tempo se perguntava: "O que é um budo ?"


Então, um dia, em 1925, um oficial de marinha, perito em espada, veio visitá-lo em Ayabe. A conversa termina em discussão e decidem acertar a diferença em um duelo de espada de madeira.


O oficial ataca seguidamente, mas Ueshiba evita, esquivando-se a cada golpe do adversário (mais tarde Ueshiba declararia que captava sinais luminosos para onde a espada do seu oponente iria bater).


Incapaz de atingí-lo e cansado, o homem acaba desistindo. Com o intuito de descansar daquele combate, Ueshiba vai para o jardim de sua cabana, e ao olhar para o céu, subitamente tem uma estranha vibração. Eis aqui, em suas próprias palavras, o acontecido:


"Tive a sensação de que o Universo inteiro entrava em vibração e uma energia de cor dourada se elevava da terra e se enrolava como um novelo no meu corpo, transformando-o em dourado. Nesse instante meu corpo e meu espírito tiveram uma clara consciência do pensamento de Deus, o criador do Universo."


Considera-se ser dessa época, 1925, o início da mudança de Aiki-jiujitsu para Aikibudo.


História do Aikido - Parte 4 >>>


Apoio:

Aikido - Instituto União


Arte da Paz


Anuncie


Propaganda





Aikido Brasil | Política de Privacidade